De olho no futuro: você sabe do que se trata IoT, ou a Internet das Coisas?

O que é a Internet das Coisas (IoT)
Compartilhar:

Internet das Coisas: você chega em casa no final do dia, com fome, sem tempo e… descobre que não há nada na geladeira!

Agora imagine se sua própria geladeira levanta dados sobre seu consumo, percebe quando está ficando sem insumos, faz uma lista de produtos relacionados aos seus hábitos, envia para o mercado cadastrado em seu sistema e essas compras chegam ao seu endereço, já faturadas, para que você nunca mais tenha que passar por um problema assim?

Pois isso é um exemplo simples do que é a famosa Internet das Coisas.

Desde 2017 existem mais objetos na internet do que as 7 bilhões de pessoas no mundo, e segundo a Gartner, estima-se que em 2020, 12 bilhões de dispositivos estejam conectados à IoT, o que demonstra a importância de se refletir sobre esse processo.

Desde smart cities que vão utilizar objetos conectados com a internet e entre si para oferecer soluções ao trânsito, até hospitais e o que mais o ser humano e a inteligência artificial puder imaginar!

Veja abaixo outros produtos que já mostram a Internet das Coisas na vida real:

1- Pulseira Nike

A pulseira inteligente Nike+ FuelBand SE, ajuda os usuários a entenderem sua saúde. Ela é capaz de registrar os movimentos, que são armazenados em um aplicativo de celular. Os dados coletados são analisados e com isso são geradas diversas avaliações sobre o desempenho das atividades físicas praticadas. Quem a usa também recebe dicas personalizadas de exercícios com o objetivo de aumentar seu rendimento.

2- Saúde conectada

A FitBit vai além de um pulseira. Eles são especializados em dispositivos que monitoram as atividades físicas, como relógios inteligentes e também balanças. As medições levantam batimentos cardíacos, distância percorrida e quantidade de passos. Essas informações são sincronizadas com o smartphone, sendo compartilhados nas redes sociais.

3- Sono tranquilo

Se você tem uma qualidade ruim de sono essa vai te interessar. A NeuroOn é uma máscara que mede movimento dos olhos, ondas cerebrais e tensão muscular, dentre outros. Os dados são capazes de garantir mais qualidade no descanso pois ajuda a entender a melhor forma de acordar e o tempo ideal de sono, por exemplo.

4- Capacete do futuro

Um capacete inteligente e conectado. Vendido pela Skully Hemelts, ele é equipado com uma tela que projeta na parte interior do visor imagens da câmera instalada na parte de trás do equipamento. Integrado via bluetooth com o celular, ele ainda mostra orientações do GPS, permite enviar mensagens de texto, fazer e receber ligações telefônicas e controlar o tocador de músicas. Tudo isso sem utilizar as mãos.

5- Casa online

Os dispositivos criados pela Nest são um dos exemplos mais clássicos. São aqueles que realmente fazem se sentir no futuro. O produtos mais famosos são termostatos que se integram ao smartphone. O termostato faz mais do que apenas ajustar a temperatura do local automaticamente, ele também aprende a rotina dos moradores e faz adequações. Já os detectores de fumaça, literalmente fazem escândalo (luzes coloridas, mensagens de voz e notificações no smartphone), alertando o usuário que algo está errado.

Gostou do assunto? Nesse artigo do Proof você encontra muitos detalhes legais para imaginar como será o mundo do futuro com a IoT!

Compartilhar: